Indice

I. INTRODUÇÃO
O papel da cultura e da mente na nossa vida
II. QUEM SOMOS?
Eu e meu bumbum, meu bumbum e eu, meu bumbum sou eu? A mulher brasileira e sua crise de identidade II-12
Das diferenças culturais, da Maria Rita e da igrejinha de madeira II-12
Entre bailarinas, e sado-masoquistas difarçadas de tia II-14
Mais uma digressão pessoal (digressão é mudar de assunto, necessária para ainda ficar no tema): Pelados, mas santos, por uma teo-filo-missio-antropo-socio-logia sem ataduras culturais II-18
Machos do saco roxo II-22
A pressão e opressão sobre o homem brasileiro II-22
Comandante, capitão, tio, brother, camarada… II-29
O brasileiro e a inserção social II-29
O pecado mora ao lado, ou na cultura? II-32
O individualismo doente da América Católica II-33
O paradoxo do personalismo sem direito à verdadeira individualidade II-36
Porque o brasileiro gosta tanto de títulos? II-40
Sou pobre mas eu sou limpinho II-46
O pobrismo e suas nuances II-46
Garra para vencer sem honra II-49
O pobrismo e os cristãos. II-54
Quem está certo o teólogo da libertação, ou o teólogo da prosperidade, ou nenhum dos dois? II-54
Um sem terra chamado Jesus II-59
Casei com branca para purificar a raça… II-61
O macunaíma nazista que há em mim II-61
Existe raça? Meu sobrenome ser enrolado, alemão ou italiano, ou ser o velho da Silva e Silva faz alguma diferença? II-61
Preconceito racial ainda é um problema em nossa visão de nós mesmos? II-62
De como o conceito “raça” hoje em dia está totalmente desacreditado na Biologia II-66
III. DE ONDE VIEMOS? III-70
Dores e sangue da América “latrina” III-71
Ya me voy, ya me voy para Bolivia III-73
Minha avó foi pega à laço III-75
O índio que mora em mim III-75
Frida Kahlo, Tarsila, e Violeta e a nossa foto vestidos de noiva na carteira de Deus III-78
Descobrimento ou conquista? III-84
Os acordos de paz e a escravidão indígena III-90
Sobre problemas aparentemente insolúveis e o índio crucificado no domingo de Páscoa III-94
Todo brasileiro tem um pé na senzala III-98
Nossa herança negra III-98
Dos estereótipos Sargentelizados e de uma possível re-leitura da negritude no Brasil III-99
De como a Whoopi está certa e todos os demais afro-americanos redondamente errados III-99
De como os cristãos são os únicos que poderiam entender o movimento negro mas não fazem nada a respeito III-99
Nosso pai-drasto europeu III-100
Quando eu ganhar na loteria… III-101
A mega-sena milionária e o sonho do “El Dorado” III-101
IV. COMO SERÁ QUE SABEMOS O QUE SABEMOS? IV-105
Por favor (não) jogue papel no vaso IV-106
Cultura, perfis sociais e pecado IV-110
Tristeza nos primórdios das gentes brasileiras IV-115
De como nos vemos como quem acabou de chegar e não nos encontramos ainda em nossa própria terra IV-118
V. PARA ONDE VAMOS? V-119
Eu vou pra Maracangalha e se Amália naoa quiser ir eu vou só V-120
Uirás à procura de Deus V-121
Os protestantes que buscaram respostas V-126
Uirás à procura de uma teologia V-127
Em busca de uma verdadeira redenção cultural V-128

Anúncios

1 comentário

Arquivado em 1

Uma resposta para “Indice

  1. Bráulia!! Nossa!! Que SUMÁRIO, ein??
    Uaaaaaaaaaau! É uma verdadeira tese de antropologia! Muito bom!! Minha sensação, ao ler assim de cara, é a de que, se eu lesse um livro desse em mão, teria diante de mim, o espelho cultural cuja imagem refletida não é só a minha, mas sim, a do povo ao qual pertenço!! Como Brasileiros, somo frutos da Cultura, da Mídia, da Igreja Torta e muito mais!! Que uma editora tenha coragem de publicar esse livro, querida! Os brasileiros, antropólogos ou não, precisam ler sobre esse assunto!! Se Gilberto Freire fosse vivo, tenho certeza que ele se alegraria ao ver um material desse ao ponto de dizer: “Parabéns, vc conseguiu entender os brasis do Brasil”. Bjos e abraços, querida!! Sinto-me enriquecido com esse material!!! Deus te abencoe e te ajude a EDITAR e PUBLICAR esse livro!! =D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s